Política de Privacidade

O Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida (CNECV) assume como sua prioridade a proteção da privacidade e dos dados pessoais dos cidadãos.

Este compromisso destina-se a todos os cidadãos que contactem com o CNECV ou que utilizem o website www.cnecv.pt. Esta declaração de privacidade descreve que informações pessoais guardamos e de que forma lhes iremos dar uso.

Quaisquer dados pessoais fornecidos ao CNECV serão tratados com as garantias de segurança e confidencialidade exigidas pelo enquadramento legal relativo à proteção de dados pessoais. 

Os princípios da proteção de dados devem aplicar-se a qualquer informação relativa a uma pessoa singular identificada ou identificável. 


Recolha e Tratamento de Dados

O CNECV é o responsável direto pelo tratamento dos dados pessoais recolhidos.

O CNECV recolhe e trata os dados pessoais que sejam fornecidos voluntariamente pelo titular dos dados pessoais através do preenchimento dos formulários existentes no presente website, por correio postal e por correio eletrónico.

Qualquer informação que o titular forneça por esta via apenas será utilizada para a finalidade descrita e em cumprimento da legislação em vigor sobre proteção de dados.

O CNECV recolhe e trata dados exclusivamente com as seguintes finalidades: 

- Contactos e resposta a solicitações – nome, endereço de correio eletrónico ou contactos adicionais, assunto, mensagem.

- Divulgação e inscrição em seminários e atividades – nome, endereço de correio eletrónico, ocupação (se aplicável).

 

O CNECV compromete-se a assegurar que os dados do titular por si tratados são:

• Objeto de um tratamento lícito, leal e transparente em relação ao titular;
• Recolhidos para finalidades determinadas, explícitas e legítimas, não sendo tratados de forma incompatível com essas finalidades;
• Adequados, pertinentes e limitados ao estritamente necessário relativamente às finalidades para as quais são tratados;
• Exatos e atuais;
• Conservados de forma a permitir a identificação dos titulares dos dados apenas durante o período necessário para as finalidades para as quais são tratados;
• Tratados de forma a garantir a segurança dos mesmos, incluindo a proteção contra tratamento não autorizado ou ilícito.

O titular dos dados tem direito a receber informação sobre:

• A identidade e os contatos do responsável pelo tratamento;
• As finalidades do tratamento a que os dados pessoais se destinam, bem como, se aplicável, o fundamento jurídico para o tratamento;
• O prazo de conservação dos dados pessoais, e a forma da sua eliminação.


A informação acima referida é prestada de forma concisa, transparente, inteligível e de fácil acesso, gratuitamente e sem demora injustificada.      

O titular dos dados tem o direito de solicitar ao CNECV, a qualquer momento, o acesso aos seus dados pessoais, bem como a sua retificação, apagamento ou limitação. Tem ainda o direito de se opor ao tratamento dos seus dados pessoais e o direito à portabilidade dos mesmos dados.

 

Contactos

O exercício destes direitos deve efetuar-se por escrito para o endereço de correio eletrónico protecaodedados@cnecv.pt ou para o endereço postal do Conselho.

 

Informação adicional

Website www.cnecv.pt - Recolha de informação básica
Todos os servidores web captam as informações básicas sobre os seus visitantes. Esta informação inclui, embora a tal não se limite, endereços IP, características do navegador, timestamps e páginas de origem.

Nenhum destes dados pode identificar pessoalmente os visitantes deste website. As informações são monitorizadas por razões de manutenção e de rotina administrativa.

Cookies e web beacons
Sempre que necessário, CNECV.pt usa cookies para armazenar informações sobre as preferências do visitante e regista um histórico, a fim de melhor servir os visitantes e / ou apresentar-se com conteúdo personalizado.

Controlar a sua Privacidade
O visitante pode a qualquer momento alterar as configurações do seu navegador para desativar os cookies, caso pretenda mais privacidade. Ao desativar os cookies de todos os sites o utilizador compreende que poderá interferir com o seu normal funcionamento. Assim, sugerimos ativar ou desativar os cookies numa base per-site. Consulte a documentação do seu navegador para obter instruções sobre como bloquear cookies e outros mecanismos de monitorização.
 

Última atualização: outubro de 2018

2018-10-16